1. This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn More.

EMS Processo - conversão tubos de kg para metros no recebimento.

Discussão em 'EMS , HCM e Totvs 11' iniciado por reissobr, Abril 1, 2021.

  1. reissobr

    reissobr Membro Participativo

    Bom dia Pessoal.
    Nós usamos tubos no processo de fabricação, e hoje, tanto a unidade de compra como a de uso interno é KG.
    Estamos vendo a possibilidade de mudar a unidade interna para MT - metros, principalmente pela facilidade de realização de inventário. As barras inteiras são de 6 metros, e com os tubos em metros inventário é só contagem, sem necessidade de pesagem ou de conversão para tem a quantidade em KG.

    Mas este processo tem o lance de ter uma variação em KG, por metro, na entrega.
    De um determinado tubo, se compramos 10 barras de 6 metros e o peso é 10 kg por metro, o peso correto é 600 kg, mas pode ocorrer de 601 kg ou 599 kg na nota. Ai, dá uma diferença na conversão para metros.
    No estoque vai entrar entre 59,9 MT e 60.1 MT.
    No recebimento, tem a quantidade em KG e em MT, mas não permite ajuste. Se ajusto uma, o sistema ajusta a outra sempre tendo como base o fator de conversão.

    A área de armazenagem está insistindo que esta pequena diferença é problema para eles, e não tem como realizar ajuste a cada entrada.
    Colocam que deveríamos ter um item para compras, um item em MT, uma ordem de produção aberta para o item MT, consumindo o item em KG, e aqui na ordem a gente abriria com as quantidades corretas, no exemplo, abriria a ordem com 60 MT consumindo os 601 KG. Funciona, dá para fazer via especifico, mas vai gerar alguns problemas para o planejamento.

    Alguém tem situação deste tipo ?
    Queria trocar umas ideias de como resolveram ....

    Att;
  2. bootstrapmaster

    bootstrapmaster Membro Master

    eu tenho esse problema e na verdade, a minha solução foi a das ordens de produção, na verdade, no produto padrão tudo rola com quilos, mas na hora do reporte, eu tenho um especifico que armazena, calcula e tudo mais em PCS, pois eu tenho varias unidades de medidas aqui, tem MT, PC, UN, KG mesmo.
    Mas pra suprir a sua necessidade o correto seria realmente usar uma O.P., fora isso, eu tentei uma vez fazer um ajuste usando DIV, ou seja, na hora de dar a entrada no recebimento, vc cria o seu campo de numero de peças, apos a atualização da nota, vc gera um movimento de DIV para fazer o ajuste, porem, vc tem que olhar com a contabilidade o efeito dessa DIV.
  3. reissobr

    reissobr Membro Participativo

    @bootstrapmaster, eu pensei em DIV também, mas o lance é como valorizar as entradas do "MT" no estoque. Poderia até pensar num especifico, mas teria que gerar DIV´s de valores, e ai vou ter que justificar para a auditoria.
    A gente está inclinado a sair pelas OP´s mesmo.

    O que estou tentando negociar, é usar o fator de conversão do recebimento, e as pequenas diferenças, fazer o acerto por DIV. Dá para fazer um especifico fácil, leio a nota, sugiro a quantidade, e deixo eles acertarem esta quantidade. A gente aceita uma diferença tipo 2%, e resolve.
    Eu vou tentar ir por este caminho, por causa da forma que fazemos o planejamento, vamos ter que adequar algumas coisas se colocarmos um item a mais e a OP para conversão.

Compartilhe esta Página